Comentário diário

William Waack: fake news é reflexo da perda de credibilidade dos “guardiães da verdade objetiva”

Confira o comentário diário de William Waack

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – Diante da notícia de que o TSE (Tribunal Superior Eleitoral) fechou um acordo com partidos políticos pela não proliferação de notícias falsas, as chamadas “fake news”, William Waack alerta para o debate que deve crescer até as eleições.

Segundo ele, este é um assunto velho e alguns especialistas apontam que a expressão está sendo banalizada e usada por políticos para qualificar as informações que são negativas para eles. Waack, lembra de uma frase de Otto Von Bismarck, de 1875: “nunca se mente tanto como antes de uma eleição, durante a guerra e depois de uma caçada”.

Waack reforça que “fake news” é um nome novo para algo velho. “Isso se faz desde que eleição existe”, afirma. Para ele, as notícias falsas são reflexo da perda de credibilidade daqueles “que sempre foram vistos como guardiães do que podemos chamar de verdade objetiva”, ou seja, da grande imprensa.

PUBLICIDADE

Confira o comentário completo: