Comentário diário

William Waack: a “falsa” concordância dos candidatos sobre a situação das contas públicas no Brasil

A questão é grave e algo precisa ser feito - mas candidatos divergem sobre a natureza das contas públicas e o que precisa ser realizado para a situação ser resolvida

SÃO PAULO – Após a mediação do evento da Unica (União da Indústria de Cana-de-Açúcar) com a presença de 8 dos principais candidatos à presidência, William Waack aponta que há um pouco consenso entre os postulantes ao cargo sobre a grave situação das contas públicas: a questão é grave e algo precisa ser feito.

Porém, esse “pouco de consenso” esconde na verdade divergências graves sobre a natureza das contas públicas no Brasil, avalia o jornalista. Ele avalia ainda que não há um pacote fechado pelos candidatos para a resolução do problema fiscal, ponderando, contudo, que pode ser muito cedo ainda para ter esse programa.

O jornalista separa trechos dos discursos em que os candidatos comentam sobre o que fariam para conter o alto déficit fiscal, trazendo no final do vídeo uma espécie de provocação de um dos candidatos que traz clareza sobre o cenário que o próximo presidente terá que enfrentar.

PUBLICIDADE

Confira o comentário completo: