Comentário do dia

William Waack: a encruzilhada totalmente inédita que um nome de centro nas eleições enfrentará

Confira o último vídeo publicado por William Waack

arrow_forwardMais sobre
Aprenda a investir na bolsa

O comentário de William Waack foi feito na segunda-feira à noite, ou seja, antes de Joaquim Barbosa anunciar que não pretende disputar a eleição. 

SÃO PAULO – Com muitos candidatos para as eleições de 2018, os economistas estão em alerta sobre duas questões fundamentais para o próximo presidente:  i) ninguém governa sem o Congresso e ii) não há dinheiro para “distribuir a rodo”.

Com isso, conforme ressalta William Waack, quem está de olho no dia a dia da economia acredita que os candidatos de centro têm mais condições para governar o País.

Aprenda a investir na bolsa

Essa situação, associada à força de vários candidatos incertos sobre as suas propostas econômicas, torna a eleição turbulenta e também faz com que a “busca pela figura de centro” se torne algo inédito nas atuais condições. 

“A força do governo foi muito diminuída pela Lava Jato e pela popularidade de Michel Temer e quem for pelo caminho do centro, pela primeira vez, talvez não conte com a máquina e toda a capilaridade da máquina do governo. Isso é novo, absolutamente novo nas eleições brasileiras. Novo também vai ser o desafio, vai ser a encruzilhada que quem quer que seja do centro vai ter que enfrentar”, aponta. A “encruzilhada” é parecer ser algo novo fazendo política do jeito velho. 

Confira o comentário  desta terça-feira (8) de William Waack: