Discussão

Wanderlei Silva diz que postagem sobre Lula pode ser falsa, mas mantém críticas

"Eu não posso afirmar com toda certeza que era ou não o filho dele e o valor da lancha. Não conheço nada de barcos, mas entendo de esforço do povo brasileiro", disse ao UOL

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – Na última semana o lutador de MMA Wanderlei Silva e o ex-presidente Lula trocaram acusações no Facebook após uma postagem no Facebook acusar o petista e sua família de possuírem diversos bens pessoais em valores de milhões de reais, incluindo um barco e fazendas. No último dia 20, porém, o lutador deu uma entrevista ao UOL e declarou que realmente não sabe de onde surgiram as informações de sua acusação.

“Eu não posso afirmar com toda certeza que era ou não o filho dele e o valor da lancha. Não conheço nada de barcos, mas entendo de esforço do povo brasileiro. Essa voz de indignação está na garganta. Todo mundo está triste, revoltado, perdendo o emprego. Acabei de voltar ao Brasil e estou espantado com o Brasil”, disse o lutador ao portal de notícias.

“Se alguém tem que processar alguém, eu é que tenho que processá-lo. Porque ele me enganou me levando a votar nele na primeira campanha em que ele venceu. Eu achei que ele ia fazer o que estava falando. Acreditei que iria ser o ‘salvador da pátria’. Aquele cara que veio do nada e representa o povo, iria andar na retidão, alguém que sabe realmente o que é suar e o que é sofrer”, reagiu Wanderlei ao saber que Lula havia se manifestado pelo Facebook sobre suas acusações afirmando que os advogados “avaliarão as eventuais medidas legais cabíveis”.

Wanderlei admite que as informações que publicou podem estar equivocadas e que pode ter havido um “vacilo” ao compartilhar a imagem, sem verificar a autenticidade das informações que recebeu por meio de um grupo de WhatsApp. “Se eu estiver errado e se merecer algum tipo de punição, eu vou seguir a lei. Faço questão de seguir a lei e fazer a coisa correta”, afirmou.

Porém, o lutador não diminuiu o tom de suas reclamações e afirmou que a postagem “é mais que tudo um grito de indignação, que não é só minha, mas de toda a população. Eu tenho que assumir a minha ignorância, eu não sabia se era ou não era real (as informações), mas estou revoltado”.