Votação da Petro-Sal é transferida novamente, agora para o início de julho

Após afirmar que a votação seria na próxima semana, Romero Jucá levou em conta as convenções partidárias e adiou a votação

arrow_forwardMais sobre

 

SÃO PAULO – O líder do governo no Senado, Romero Jucá (PMDB-RR), voltou a adiar a votação da Petro-Sal – agora, a previsão é para o início de julho. Após ter afirmado nesta tarde que a votação aconteceria na próxima semana, o senador ponderou que as convenções partidárias poderiam afastar os senadores de Brasília.

A votação que estava programada para a sessão desta quarta-feira (23) foi adiada devido às festas de São João no nordeste, quando muitos senadores voltam para seus estados.

Esta já é a terceira vez que a votação é postergada. Na véspera, apesar de haver o quórum necessário, o relator Tasso Jereissati (PSDB-CE) não havia comparecido ao Senado.

 

PUBLICIDADE