Vitória de Lula no primeiro turno nunca esteve tão ameaçada, revela Datafolha

Presidente ainda seria reeleito com 53% dos votos válidos, mas vantagem sobre adversários recuou para cinco pontos

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Evidenciando que o conturbado noticiário político e o escândalo do dossiê começam a influenciar, mesmo que de uma forma tímida, a decisão do eleitorado brasileiro, o instituto Datafolha publicou nova pesquisa mostrando que a vitória de Lula no primeiro turno nunca esteve tão ameaçada.

O petista manteve 49% das intenções de voto em relação ao levantamento feito na última sexta-feira. No entanto, Geraldo Alckmin, seu principal adversário, cresceu dois pontos percentuais, para 33%.

Vantagem diminui

Lula que no inicio do mês detinha oito pontos percentuais de vantagem sobre seus adversários agora tem cinco pontos. No início de setembro, a vantagem era de 12 pontos. Alckmin ganhou seis pontos nos últimos 20 dias.

Aprenda a investir na bolsa

O candidato-presidente, no entanto, ainda seria eleito com 53% dos votos válidos. No início do escândalo do dossiê, Luiz Inácio Lula da Silva tinha 56% dos válidos, ou seja, 3 milhões de votos a mais.

Dados da pesquisa

A pesquisa Datafolha, realizada em parceria com a TV Globo, ouviu 7.528 eleitores em 368 municípios. A margem de erro é de dois pontos percentuais.