Eleições 2018

Vitória de Bolsonaro no primeiro turno ganha força nas redes; Ciro Gomes lidera oposição

Segundo levantamento da Bites, Bolsonaro mantém hegemonia nas redes em todos os estados; já Ciro supera Haddad em engajamento e mira 'voto útil' para ir ao segundo turno

SÃO PAULO – As recentes pesquisas para a corrida presidencial despertaram novamente uma onda de apostas em uma possível vitória de Jair Bolsonaro (PSL) já no primeiro turno. Segundo levantamento feito pela Bites Consultoria, os resultados estão impulsionando positivamente os fluxos da opinião pública digital em torno do militar reformado, movimento que deve extrapolar o ambiente das redes sociais e impactar nas próximas pesquisas de intenção de voto.

Em relatório enviado a clientes, a empresa de consultoria destaca a tentativa de adversários de conter a onda pró-Bolsonaro. Segundo eles, hoje são os apoiadores de Ciro Gomes (PDT) que se destacam nesta empreitada, pregando o ‘voto útil’ de eleitores de outros candidatos para forçar uma disputa em segundo turno. O pedetista deixa para atrás até mesmo Fernando Haddad (PT), atual segundo colocado nas pesquisas, no engajamento nas redes.

Leia também: Apesar de apoio de Lula, Haddad não ultrapassa barreira do petismo e lulistas se dispersam

PUBLICIDADE

“O pedetista tem uma performance três vezes maior que o petista, mas ambos estão bem longe do candidato do PSL. Ciro ainda demonstra fôlego e pode ameaçar a entrada do PT no segundo turno. A questão é quanto exponencial será a sua curva nas redes sociais”, observaram os especialistas.

Segundo o levantamento da Bites, a quantidade de seguidores e fãs de Bolsonaro em seus perfis oficiais nas redes sociais continua crescendo. Foram 123 mil novos desde ontem, o que levou o patamar a 13 milhões de fãs. Já Haddad, adicionou 6.338, indo para 1,7 milhão. Ciro aumentou sua base em 23.494 no mesmo período, com 1,4 milhão de fãs.

Leia também: O que explica o novo salto de Bolsonaro no Datafolha?

“No Facebook, Bolsonaro e Ciro travam uma batalha para conquistar compartilhamentos de seus posts nas respectivas fanpages. O objetivo é amplificar as mensagens dentro das redes dos seguidores. Por enquanto, Bolsonaro segue com larga vantagem”, pontuam os analistas. No Google, a Bites destaca buscas de natureza positivas a Bolsonaro, como seu plano de governo e site oficial, e com ampla repercussão todos os estados do país, inclusive no Nordeste, onde o lulismo se mostra mais forte.

“Na média de interesse por cada um dos principais candidatos, entre ontem até às 11h de hoje, Bolsonaro está em 67, na escala que vai até 100 no Google. Haddad em 13, Ciro com 10 e Marina e Alckmin estacionados em 2. O deputado é hegemônico em todos os estados”, pontuou a Bites.

Quer ganhar dinheiro nesta eleição investindo com taxa ZERO de corretagem? Abra sua conta agora na Clear