Estratégia burra

Vice-líder da oposição já admite vitória de Temer e diz que opositores cometeram “erro terrível”

"Eles vão conseguir os votos mais rápido do que eu imaginava. Foi um erro terrível da oposição. O burro é capaz de atrapalhar sua vida achando que pode ajudar", afirmam

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – O vice-líder da oposição, Sílvio Costa (PT do B – PE) admitiu no começo da tarde uma vitória de Michel Temer sobre a votação da denúncia de corrupção na Câmara dos Deputados.

Costa ainda chamou a  oposição de “burra” em razão de integrantes comparecerem ao plenário e discursarem durante a análise sobre o prosseguimento da denúncia. Isso porque, mesmo sem ter a presença oficializada, a Mesa Diretora da Câmara está computando esses parlamentares como presentes ao plenário. De acordo com o vice-líder, o acordo era para que apenas o líder do PT, Carlos Zarattini (SP), fizesse o discurso. As informações são do jornal O Globo. 

“Eles vão conseguir os votos mais rápido do que eu imaginava. Foi um erro terrível da oposição. O burro é capaz de atrapalhar sua vida achando que pode ajudar”, afirmam. 

Aprenda a investir na bolsa

Para o deputado, ao optarem por discursar, os deputados da oposição fizeram o “jogo” de Temer, ao assegurar mais presenças em plenário. Com quórum e a votação começando, é mais provável uma vitória de Temer. “O combinado era não dar quórum e manter o silêncio. Eles vão lá, falam e fazem o jogo do presidente”, criticou Costa.