Eleições

Vice de Marina pede votos a Alckmin em propaganda e irrita campanha de Aécio Neves

Entrosamento entre as campanhas acende o sinal amarelo quanto à possibilidade de Aécio perder o apoio da máquina tucana no estado.

SÃO PAULO – A campanha de Aécio Neves, presidenciável pelo PSDB, mostrou desconforto com a aparição do vice de Marina Silva, Beto Albuquerque (PSB), pedindo votos ao governador paulista Geraldo Alckmin na propaganda gratuita para TV. 

A campanha do candidato à reeleição por São Paulo levou ao ar uma campanha publicitária em que Beto cita Marina e Eduardo Campos, que morreu há duas semanas em um trágico acidente aéreo. Ele afirmou que Campos via em Alckmin “o exemplo do homem público que todos desejamos”. Aécio, por sua vez, nunca apareceu no programa do governador. 

De acordo com o jornal Folha de S. Paulo, Aécio não foi avisado que o vice de Marina estaria na campanha de Alckmin; ao ser questionado, o governador disse que não tinha vista a propaganda. Márcio França (PSB), vice na chapa de Alckmin destacou que Beto é PSB e o PSB está com Geraldo. 

PUBLICIDADE

Conforme aponta o jornal, aliados de Alckmin diz ser natural o partido que está no cargo de vice ajudar a campanha. Porém, o entrosamento entre as campanhas de Alckmin e Marina Silva – apesar da candidata se manifestar contrária à aliança do PSB no estado – acende o sinal amarelo quanto à possibilidade de Aécio perder o apoio da máquina tucana no estado.