Em BH

Velório de Dutra é marcado por hostilidades ao PT, a Lula e a Dilma Rousseff

Panfletos com frases ofensivas ao partido foram atirados na frente do Funeral House, em Belo Horizonte, com a frase "Petista bom é petista morto"

arrow_forwardMais sobre
Aprenda a investir na bolsa

O velório do ex-presidente do PT e da Petrobras, José Eduardo Dutra, em Belo Horizonte, está sendo marcado por protestos e hostilidades à presidente Dilma Rousseff, ao ex-presidente Lula e ao PT. 

Panfletos com frases ofensivas ao partido foram atirados na frente do Funeral House, em Belo Horizonte, com a frase “Petista bom é petista morto”. Também foi atirado um outro panfleto, com uma montagem que mostra uma foto da presidente como se estivesse sentada em um vaso sanitário, com a frase “Só faz cagada”. O número 7%, referência ao índice de aprovação do governo, e uma imagem do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

A polícia afirmou que investigará os responsáveis pelos panfletos, a partir da identificação do veículo usado para realizar a hostilidade. 

Aprenda a investir na bolsa

Além disso, um grupo de quatro pessoas do “Movimento Patriota” foi ao local com cartazes com as frases “Lula, amigo seu nem morto” e “Fora Lula de Minas”.

Em relação aos panfletos ofensivos à presidente e ao partido, o ex-deputado federal Virgílio Guimarães, contemporâneo de Dutra, comentou “é lamentável, e parte dessa onda de ódio que vive o país”, conforme afirmou em entrevista ao jornal O Tempo. 

O ex-senador e ex-presidente da Petrobras José Eduardo Dutra morreu na madrugada deste domingo, em Belo Horizonte, aos 58 anos. Dutra, que lutava contra um câncer, foi presidente da Petrobras e da BR Distribuidora. Ele também foi diretor Corporativo e de Serviços da estatal, cujo conselho havia aprovado em agosto a prorrogação da licença do executivo para tratamento de saúde. 

Deixe seu melhor email e receba a planilha com o preço das ações do Ibovespa em dólar: