Operação Lava Jato

Um em cada três ministros de Temer está na nova lista de Janot, diz jornal

Segundo o Valor Econômico, além dos seis nomes de ministros que já haviam sido divulgados, o titular da pasta da Agricultura, Blairo Maggi, também consta na lista de alvos do Procurador-Geral da República, Rodrigo Janot

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Nove ministros do governo Temer constam nos pedidos de inquérito apresentados pelo Procurador-Geral da República, Rodrigo Janot, ao STF (Supremo Tribunal Federal) na semana passada segundo o jornal Valor Econômico.

Além dos seis nomes que já haviam sido divulgados – Aloysio Nunes (Relações Exteriores), Eliseu Padilha (Casa Civil), Moreira Franco (Secretaria Geral), Gilberto Kassab (Ciência e Tecnologia), Bruno Araújo (Cidades), Marco Pereira (Indústria, Comércio Exterior e Serviços) – o jornal informa que o titular da pasta da Agricultura, Blairo Maggi, e outros dois ministros também constam na nova “lista do Janot”. Nesta terça, Maggi negou envolvimento com a Odebrecht.

A publicação revela ainda que o ex-presidente José Sarney e o ministro do TCU (Tribunal de Contas da União), Vital do Rego, ligado ao PMDB, também estão na mira da Procuradoria-Geral da República.

Aprenda a investir na bolsa

O jornal O Globo acrescenta que o ex-prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, e o deputado federal Pedro Paulo, candidato do PMDB à prefeitura da capital fluminense em 2016, são alvos de pedidos de investigação enviados ao STF. De acordo com o jornal, ainda não está claro se os nomes dois aparecem em um mesmo pedido de inquéritos ou se fazem parte de investigações distintas.