AO VIVO Aprenda a se proteger das armadilhas do trading e gerir seu risco no mercado

Aprenda a se proteger das armadilhas do trading e gerir seu risco no mercado

Análise

“Um dos dois institutos está errado”, diz LCA sobre diferença entre Datafolha e Ibope

Disparidade se dá no segundo turno das eleições; Datafolha mostra Dilma vencendo tanto Marina quanto Aécio com o mesmo resultado: 48% a 41%, enquanto Ibope mostram Marina mais próxima da petista

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – As pesquisas Ibope e Datafolha divulgadas na noite da última quinta-feira (2) adicionaram ainda mais incertezas sobre o cenário eleitoral, ao mostrar Aécio Neves (PSDB) se aproximando de Marina Silva (PSB) para ficar com a outra vaga para o segundo turno. Contudo, no segundo turno, os números dos dois levantamentos são bem diferentes. 

A mais recente pesquisa do Datafolha mostrou que Dilma se manteve com 40% das intenções totais de voto, enquanto Marina voltou a recuar, com 24%, e Aécio avançou de 20% para 21%.

De acordo com o instituto, Marina e Aécio estariam empatados tecnicamente. Os demais candidatos somam 4% das intenções de voto. Brancos e nulos são 5%, indecisos são outros 5%. Nas simulações de segundo turno, Dilma vence tanto Marina quanto Aécio com o mesmo resultado: 48% a 41%. Este levantamento mostrou que Dilma lidera nas cinco regiões do país com destaque para o Nordeste.

Aprenda a investir na bolsa

Já a  pesquisa Ibope também mostrou Dilma com 40% ante 39%, Marina tem 24%; Aécio, 19%. No computo dos votos válidos, Dilma tem 47%. “Já na simulação do segundo turno, o Ibope registrou diferenças expressivas. Na disputa entre Dilma a Aécio, a presidente ganha por 46% a 33%”, ressalta a LCA Consultores. Quando a simulação é com Marina, Dilma vence por 43% a 36%.

“Estas diferenças nas simulações de segundo turno não podem ser explicadas por qualquer especificidade metodológica. Um dos dois institutos está errado”, afirma a consultoria.

Mas, para a LCA, de qualquer modo, considerando os dois institutos, aumentou um pouco mais a incerteza a respeito do resultado de domingo, tanto quanto à possibilidade de Dilma vencer no primeiro turno, quanto a quem irá enfrentá-la se houver segundo turno.