Último deputado acusado de participar do esquema do mensalão é absolvido

O ex-lider do PP, José Janene, foi absolvido com apenas 128 votos a favor; falta de qórum na sessão auxiliou o processo

SÃO PAULO – O último acusado de envolvimento com o esquema de mensalão, José Janene, foi absolvido nesta quinta-feira. O ex-líder do PP na câmara foi beneficiado pela ausência de quase 30% dos parlamentares no plenário.

Eram necessários no mínimo 257 presentes para conseguir a cassação, mas dos 513 deputados, apenas 366 compareceram à sessão. Dessa forma, mesmo com a maioria dos votos a favor da cassação, Janene foi absolvido.

Ao final do caso do mensalão, apenas três deputados foram cassados, dentre os 19 acusados. Quatro renunciaram antes do fim do processo.

Histórico

PUBLICIDADE

O deputado, que era acusado de ser um dos operadores do esquema montado para comprar os votos dos aliados ao governo, estava tentando protelar a votação do seu processo até 31 de janeiro.

Se não fosse cassado até esta data, quando encerra sua legislatura, o processo seria arquivado e Janene poderia manter seus direitos políticos.