Segundo jornal

Tucanos rebeldes dão recado a Alckmin; Jucá consulta Serra para presidência

Enquanto não surge um nome capaz de aglutinar o centro sob a ótica governista, balões de ensaio seguem a pleno vapor

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Os balões de ensaio para as próximas eleições presidenciais continuam a pleno vapor, a despeito da tendência de menor movimentação na política com a aproximação do recesso nos Poderes. Enquanto as pesquisas eleitorais já consideram múltiplos cenários possíveis de disputa, novas possibilidades de nomes seguem surgindo no horizonte, sobretudo com a ausência até o momento de uma candidatura que aglutine o centro sob a ótica do governismo.

Conforme noticia o jornal O Estado de S. Paulo nesta sexta-feira (15), até mesmo o senador José Serra entrou no banco de apostas. Além da constante ambição do tucano em ser presidente da República, a Coluna do Estadão conta que o ex-governador de São Paulo foi consultado pelo presidente do PMDB, o senador Romero Jucá (RR), sobre um possível interesse de se filiar ao partido. Tal possibilidade poderia dar a oportunidade de Serra tentar suceder Michel Temer.

Ainda segundo o jornal, há um grupo de tucanos insatisfeitos com Alckmin que ameaça deixar o partido dependendo do candidato endossado pelo Palácio do Planalto. Neste momento, o cardápio do governismo conta com o ministro Henrique Meirelles (Fazenda) e até nomes como o do prefeito João Doria (SP), que teria de trocar o PSDB pelo PMDB, mas também tem como dificultador a queda de popularidade indicada em pesquisas recentes.

Aprenda a investir na bolsa