AO VIVO Análise Técnica na prática: como um trader ganha dinheiro na Bolsa?

Análise Técnica na prática: como um trader ganha dinheiro na Bolsa?

TSE apresenta equipamento para cadastro biométrico dos eleitores

Kit Bio será utilizado para cadastrar a impressão digital e fotografia do eleitor para evitar que uma pessoa vote pela outra

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – O diretor-geral do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), Athayde Fontoura, e o secretário de Tecnologia da Informação, Giuseppe Janino, apresentaram, na última quinta-feira (28), o Kit Bio, equipamento para leitura biométrica, que será utilizado no cadastramento eleitoral.

O novo sistema será aplicado nas cidades de Fátima do Sul (MS), São João Batista (SC) e Colorado D’Oeste (RO), onde os eleitores terão seus dados pessoais, impressão digital e fotografia lançados no cadastro.

Para Fontoura, o cadastramento dos votantes nas três cidades servirá para avaliar a aplicabilidade do novo sistema e detectar possíveis adequações necessárias. A previsão é de que, em 10 anos, todos os eleitores brasileiros estejam cadastrados nesse sistema.

Fraudes

Aprenda a investir na bolsa

De acordo com Janino, o objetivo principal dessa ação é evitar que uma pessoa vote por outra, coisa que, ainda hoje, acontece.

Caso a urna eleitoral não reconheça as digitais da pessoa na hora de votar, o mesário o identificará no cadastro eleitoral e poderá liberar a votação por meio de senha, como é feito atualmente.

Além disso, cada ocorrência dessa será anotada em ata e o eleitor será instruído a procurar o cartório eleitoral para regularizar a situação.

No total, serão enviados 20 kits para as cidades onde o sistema será testado este ano. Cada Kit Bio é composto por um laptop, scannner, câmera digital e mini-estúdio fotográfico com assento.

Títulos

O diretor-geral do TSE também informou que os títulos eleitorais não serão trocados por outro com foto. A imagem do eleitor ficará armazenada no cadastro eleitoral e estará na folha de votação da seção da pessoa.