Antecipado

Trump não desrespeitou regra ao falar no Twitter antes do payroll, diz governo

Presidente não cometeu nenhuma irregularidade ao ter escrito no Twitter que estava "ansioso" pela divulgação, cerca de uma hora antes de o indicador vir a público

arrow_forwardMais sobre

A Casa Branca afirmou que o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, havia sido informado na noite de quinta-feira sobre os números do relatório mensal de empregos (payroll) de maio. Segundo o governo americano, porém, o presidente não cometeu nenhuma irregularidade ao ter escrito no Twitter que estava “ansioso” pela divulgação, cerca de uma hora antes de o indicador vir a público.

O relatório mostrou números positivos do mercado de trabalho dos EUA, com a taxa de desemprego recuando a 3,8% em maio, igualando a mínima vista em abril de 2000. A Casa Branca recebe o payroll e outros dados importantes antes da liberação ao público, sendo responsável por garantir que não ocorram vazamentos, segundo o Escritório da Casa Branca de Gerenciamento e Orçamento.

O diretor do Conselho Econômico Nacional, Larry Kudlow, disse que Trump foi informado sobre os números na noite de quinta-feira, a bordo do Air Force One. “Ele tem o direito de saber”, disse Kudlow em entrevista na manhã desta sexta-feira à rede CNBC.

PUBLICIDADE

Outra fonte da Casa Branca ressaltou que o presidente não divulgou os números. “Eu não acredito que ele tenha desrespeitado quaisquer regras”, comentou o funcionário, acrescentando que o tuíte refletia o entusiasmo com a nova baixa no desemprego.

Kudlow disse que a mensagem de Trump poderia ser lida “de dez maneiras diferentes” e que não entregava nenhuma informação antecipada. Investidores, porém, aparentemente leram o tuíte de Trump como um sinal de que o payroll viria com números fortes, o que provocou avanço nos juros dos Treasuries e do dólar antes mesmo da publicação do dado.

Pelas regras vigentes nos EUA, membros do governo não devem comentar indicadores econômicos até cerca de uma hora depois da publicação oficial. Fonte: Dow Jones Newswires.