Eleições

Três ministros de Dilma se afastarão do governo para ajudar em sua campanha

Os ministros deverão se afastar para reforçar a coordenação da campanha após as últimas pesquisas terem demonstrado que Marina Silva (PSB) tem maior intenção de votos

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Nesta quinta-feira (4), a Folha de S. Paulo noticiou que três ministros de Dilma Rousseff (PT) deverão se afastar do governo para auxiliar na coordenação da campanha da candidata à presidência a partir da semana que vem. 

De acordo com o site, os ministros Ricardo Berzoini, de Relações Institucionais, Gilberto Carvalho, da Secretaria Geral e Miguel Rossetto, do Desenvolvimento Agrário, deverão se afastar progressivamente, por meio de licença ou férias, para reforçar a coordenação da campanha após as últimas pesquisas terem demonstrado que Marina Silva (PSB) tem maior intenção de votos.

Ontem, a pesquisa do Datafolha mostrou que a presidente Dilma subiu de 34% no dia 29 de agosto para 35% no levantamento desta semana e a ex-senadora Marina Silva continuou com 34%, enquanto Aécio Neves caiu de 15% para 14%.  

Aprenda a investir na bolsa

No levantamento do Ibope, Dilma subiu de 34% para 37%, enquanto que Marina cresceu 4 pontos percentuais para 33%. Em um eventual segundo turno, Marina continua sendo a vencedora, porém com uma vantagem menor do que na pesquisa anterior. Além disso, a avaliação da atual presidente melhorou em relação às pesquisas anteriores.