Morte de presidente

Transição é fundamental para rating da Venezuela pós-Chávez, diz Moody’s

Agência de classificação de risco já havia rebaixado a classificação do país em janeiro para negativa

NOVA YORK – A transição política na Venezuela após a morte do presidente Hugo Chávez será fundamental para qualquer eventual mudança no rating soberano do país, afirmou um analista da agência de classificação de risco Moody’s na última terça-feira (5).

O analista-sênior de rating soberano da agência, Aaron Freedman, descartou impacto imediato sobre a classificação.

“Nós revisamos a perspectiva da Venezuela para negativa em janeiro antecipando os riscos associados a uma transição política”, afirmou Freedman.

PUBLICIDADE

“Então qualquer ação adicional de rating seria dependente da materialização desses riscos”, acrescentou.

O presidente Hugo Chávez morreu nesta terça-feira em Caracas, após uma longa batalha contra um câncer que o impediu de assumir seu quarto mandato consecutivo e estender a quase duas décadas seu governo socialista.