Tombini diz que BC está pronto para intervenção do Fundo Soberano no câmbio

Presidente do BC diz que esse deve ser novo veículo para aquisição de moeda estrangeira, dando mais liquidez às reservas

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – O presidente do Banco Central, Alexandre Tombini, indicou nesta quinta-feira (5) que a instituição está pronta para uma atuação do fundo soberano brasileiro no mercado cambial.

Tombini, que participa de audiência pública promovida por comissões da Câmara e do Senado, afirmou que a aquisição de dólar nos modelos atuais – pelo BC – não deve ser interrompida, mas também não deve ser a única forma de aquisição de moeda estrangeira.

Fundo Soberano
“Teremos que encontrar um novo veículo para adquirir moeda estrangeira”, disse Tombini. Segundo ele, a forma escolhida deve ser através do fundo soberano do Brasil, que deve dar mais liquidez às reservas, com aplicações de prazo mais curto.

Aprenda a investir na bolsa

O presidente do BC afirmou que o fundo soberano garante a mesma segurança que o Banco Central, mas poderia diminui o custo dessas reservas – que tem sido criticado por economistas. “Com aplicações de prazos mais custos, o custo de carregamento de recursos, versus [o custo do] BC, pode ser mais vantajoso”, apontou.

Segundo Tombini, o BC está pronto caso o fundo soberano queira fazer um leilão de aquisição de moeda estrangeira. “Temos um convênio com o Tesouro Nacional, e quando o fundo soberano quiser fazer um leilão de compra, estamos prontos. Temos uma articulação boa nesse sentido”, concluiu o presidente do BC.