Política

Todo mundo está feliz de dizer que a culpada pela corrupção é a Dilma, diz Marina Silva

"Não é sustentável acharmos que a corrupção é o problema de uma pessoa, de um grupo ou de um partido", disse a ex-candidata à presidência

arrow_forwardMais sobre
Aprenda a investir na bolsa

São Paulo – Nos últimos meses, Aécio Neves (PSDB) tomou a frente na oposição ao governo Dilma Rousseff (PT) enquanto Marina Silva estava sumida, evitando aparecer na imprensa seja para criticar ou defender sua antiga concorrente. Porém, na noite de quinta-feira (23) a ex-candidata do PSB decidiu falar e criticou a postura da sociedade brasileira de culpar Dilma pelas mazelas de corrupção no Brasil.

Marina falou sobre a importância da sociedade sair da posição de “espectadora da democracia” para passar a autora do processo democrático. “Aqui no Brasil está todo mundo feliz de dizer que a culpada pela corrupção é a Dilma. Quando a corrupção virar um problema nosso, criaremos instituições para coibi-la”, disse Marina.

“Não é sustentável acharmos que a corrupção é o problema de uma pessoa, de um grupo ou de um partido”, continuou ela, citando outros políticos que estão sendo alvos de argumentações simplistas como culpados pela existência de corrupção no País, como os ex-presidentes Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e José Sarney (PMDB).

Aprenda a investir na bolsa

Por fim, Marina lembrou do período da ditadura e afirmou que o Brasil só saiu daquela situação quando ela virou um problema de toda a sociedade e não apenas dos militares. “Enquanto a ditadura era um problema apenas dos militares, a coisa era feia”.