Sem papas na língua

“Terrorismo está aqui também e é uma prática do PT”, detona Aécio

O presidenciável tucano criticou o discurso de Dilma na Assembleia Geral da ONU e disse que a presidente protagonizou um dos piores momentos da política externa brasileira.

SÃO PAULO – Durante o terceiro bloco do debate realizado pela TV Record, o presidenciável do PSDB, Aécio Neves, afirmou que o discurso de Dilma Rousseff, candidata à reeleição pelo PT, na Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU) causou perplexidade entre alguns brasileiros e principalmente entre os diplomatas.

Na ocasião, a petista fez autoelogios à sua gestão e propôs um diálogo com o grupo jihadista Estado islâmico, segundo destacou o tucano. “Não é possível que não possamos compreender o esforço de todo o mundo para combater o terrorismo. O terrorismo está aqui também, essa é uma prática do PT”, pontuou Aécio, acrescentando que à sigla petista interessa administrar a pobreza. “Eu quero superar a pobreza”. 

Além disso, o candidato do PSDB disse que a presidente protagonizou nos últimos dias “um dos mais tristes episódios da política externa brasileira”.