Termina nesta quinta prazo para justificar ausência no segundo turno das eleições

Quem não ficar em dia com as obrigações cívicas terá de pagar uma multa, que varia de R$ 1,06 a R$ 3,51

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Se você não votou no segundo turno nas últimas eleições e tampouco justificou sua ausência, apresse-se. Termina nesta quinta-feira (28) o prazo de 60 dias para que os brasileiros ausentes no dia do pleito expliquem o motivo à justiça eleitoral.

Para isso, a pessoa precisa ir a um cartório eleitoral levando documentação que comprove o motivo de sua ausência, como passagens de viagens, por exemplo. Vale lembrar que os Correios não estão mais recebendo as justificativas.

Preparando o bolso

Caso não seja possível ficar em dia com as obrigações cívicas, prepare o bolso: quem não responder à justiça eleitoral dentro do prazo terá de pagar multa.

Aprenda a investir na bolsa

O valor será decidido pelo juiz eleitoral, mas tem como base de cálculo pouco mais de 33 Ufirs, ou seja, aproximadamente R$ 35. A cobrança fica entre 3% e 10% desse valor, variando de R$ 1,06 a R$ 3,51.

Perda de direitos

É importante ressaltar que, sem a prova de que votou na última eleição, pagou a multa ou de que se justificou devidamente, a pessoa não poderá tirar documentos de identidade ou passaporte; renovar matrícula em estabelecimento de ensino oficial; inscrever-se em concurso público; participar de concorrências em órgãos públicos; praticar qualquer ato que exija quitação do serviço militar ou imposto de renda; e, se for servidor público, não receberá o salário do segundo mês após o pleito.

Quem deixar de votar durante três turnos consecutivos perde o título.