RADAR INFOMONEY Veja como os analistas avaliam os impactos do ressurgimento de casos de Covid nas bolsas e na economia

Veja como os analistas avaliam os impactos do ressurgimento de casos de Covid nas bolsas e na economia

Negado

Teori nega pedido de prisão de Renan Calheiros, Romero Jucá e José Sarney

Para o ministro, a situação colocada por Janot não representa flagrante para justificar a medida gravosa

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – O ministro Teori Zavascki, do STF (Supremo Tribunal Federal), negou na noite desta terça-feira (14) os pedidos de prisão feitos pela procurador-Geral da República, Rodrigo Janot, contra integrantes da cúpula do PMDB por tentativa de obstrução da Lava Jato. 

O procurador tinha pedido a prisão do presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), do senador Romero Jucá (PMDB-RR), e do ex-presidente José Sarney. Para o ministro, a situação colocada por Janot não representa flagrante para justificar a medida gravosa.

O pedido levava em consideração as gravações feitas pelo ex-presidente da Transpetro Sérgio Machado. Teori também avaliou que o Ministério Público não demonstrou fundamentos suficientes para a prisão dos peemedebistas.

Aprenda a investir na bolsa

“O Ministério Público não apontou a realização de diligências complementares, tendentes a demonstrar elementos mínimos de autoria e materialidade, a fim de justificar a medida de cunho restritivo, fundamentando o seu pedido exclusivamente no conteúdo das conversas gravadas pelo colaborador e em seu próprio depoimento”, escreveu o ministro no despacho.