Investigação

Teori autoriza abertura de inquérito contra Dilma por obstrução da Justiça

Além da presidente afastada, ministro do STF autorizou abertura de inquérito contra Lula e mais dois ex-ministros petistas

SÃO PAULO – O ministro Teori Zavascki, relator da Operação Lava Jato no STF (Supremo Tribunal Federal), autorizou em despacho de segunda-feira (15) a abertura do inquérito contra a presidente afastada Dilma Rousseff, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e dois ex-ministros do governo da petista. O processo tramita em segredo de justiça.

O processo é baseado em conversas feitas entre Lula e Dilma sobre a entrega do termo de posse do petista como ministro da Casa Civil. De acordo com o Estadão, a PGR quer investigar suposta tentativa de atrapalhar as investigações da Operação Lava Jato pela presidente afastada e pelo ex-presidente e também pelos ex-ministros Aloizio Mercadante e José Eduardo Cardozo.

Apesar da conversa ser uma das bases da suspeita, o próprio Teori anulou a gravação telefônica feita com autorização do juiz Sérgio Moro e divulgada pela Justiça Federal do Paraná. Para o ministro, o diálogo foi gravado sem autorização judicial porque o juiz já havia mandado suspender as escutas.

PUBLICIDADE

Com esta autorização de Teori, a PGR e a Polícia Federal agora podem conduzir investigações para conseguirem provas de que houve tentativa de obstruir a Lava Jato. Após este processo, a PGR poderá arquivar o processo caso entenda que não há indícios de crime, ou oferecer uma denúncia ao STF.