Impeachment

“Tenho certeza de que não vai ter golpe”, diz Dilma

Presidente afirma que juízes não podem julgar de acordo com preferências partidárias e considerou que grampos são um escândalo

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – A presidente Dilma Rousseff disse em discurso nesta terça-feira (22) que “não renunciará de jeito nenhum” e repetiu o bordão das manifestações contra o impeachment dizendo: “tenho certeza de que não vai ter golpe”. Dilma afirma que há uma ruptura institucional sendo gestada na baixa política. 

Ela aproveitou a sua fala para também criticar a divulgação dos grampos nos quais ela aparece conversando por telefone com o ex-presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva. “Gravação é evidente violação da soberania nacional”, afirma. 

Dilma também criticou o que diz ser uma militância política de alguns juízes, que, segundo ela, julgam de acordo com as suas ideologias. “Juiz não pode ter como meta condenar adversários”, avaliou. 

Além disso, ela ainda disse querer fomentar o crescimento que gera riqueza e empregos.

Especiais InfoMoney:

As novidades na Carteira InfoMoney para março

André Moraes diz o que gostaria de ter aprendido logo que começou na Bolsa