À Rádio Guaíba

“Tenho certeza absoluta que Palocci não vai fazer delação”, diz Lula

Na mesma conversa, Lula elevou o tom de pré-campanha e confirmou, de maneira convicta, interesse em voltar a presidir o país

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Em meio às especulações sobre possível acordo de delação premiada do ex-ministro da Fazenda, Antonio Palocci, com a operação Lava Jato, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse ter certeza absoluta que isso não se confirmará, a despeito das sinalizações de disposição em colaborar com as investigações. Caso esteja errado, o petista sustenta que o aliado poderia prejudicar muita gente, menos ele.

As declarações foram feitas em entrevista concedida nesta sexta-feira (28) à rádio Guaíba. Na mesma conversa, Lula elevou o tom de pré-campanha e confirmou, de maneira convicta, interesse em voltar a presidir o país. Tal posição ocorre no momento em que o processo contra ele avança em Curitiba e ajuda a conduzir a batalha jurídica ainda mais para o campo político.

“Tenho certeza absoluta que o Palocci não vai fazer delação. Se fizer delação e contar tudo que ele sabe, pode prejudicar muita gente, menos eu”, afirmou o ex-presidente. Na semana passada, o ex-ministro disse em depoimento ao juiz Sergio Moro que pode municiar a Lava Jato com “nomes, endereços e operações” realizadas, capazes de “dar mais um ano de trabalho”.

Aprenda a investir na bolsa