Esbanjando tempo

Tempo de Dilma na TV quase iguala soma de exposição de seus 10 oponentes

Segundo estimativas do TSE, Dilma terá 11 minutos e 48 segundos, frente aos 4 minutos e 31 segundos de Aécio e ao 1 minuto e 49 segundos de Campos; tempo oficial deve ser divulgado na semana que vem após audiência pública.

arrow_forwardMais sobre

São Paulo – A presidente Dilma Rousseff não pode reclamar quando o assunto é tempo de exposição nas televisões e rádios durante o período de propaganda eleitoral. Números preliminares do Tribunal Superior Eleitoral mostram que a petista tem pouco menos do que a soma de exposição de todos os seus 10 oponentes nas urnas. Enquanto a candidata à reeleição terá 11 minutos e 48 segundos, os seus 10 rivais, incluindo Aécio Neves (PSDB) e Eduardo Campos (PSB), terão 13 minutos e 7 segundos. 

Os números são preliminares e devem ser divulgados oficialmente em 16 de julho, quando haverá uma audiência pública para definir o plano de mídia a ser distribuído para as emissoras de televisão e rádio do país. A propaganda começa a ser emitida a partir de 19 de agosto e será dividida em dois blocos de 25 minutos, um pela tarde e outro à noite.

Depois de Dilma, que concentra quase metade do tempo disponível para campanha na televisão e no rádio, Aécio terá 4 minutos e 31 segundos, seguido por Campos com 1 minuto e 49 segundos. Na sequência, apenas 2 dos candidatos menos expressivos terão mais de 1 minuto de exposição por programa: Pastor Everaldo, do PSC, com 1 minuto e 8 segundos, e Eduardo Jorge (PV), com 1 minuto e 1 segundo. Enquanto Luciana Genro (PSOL) terá 51 segundos, Eymael (PSDC) contará com 47 segundos. Levy Fidelix (PRTB), Zé Maria (PSTU), Mauro Iasi (PCB) e Rui Costa Pimenta (PCO) terão 45 segundos de exposição cada um.

PUBLICIDADE

O sorteio da ordem de exibição dos programas no primeiro dia de campanha será feito em 5 de agosto. Depois, a ordem será alterada em um sistema de rodízio, devendo o programa apresentado em último lugar ser deslocado para o primeiro exibido no dia seguinte.