Estresse continua

Temer volta a se estressar com pedidos em troca de votos pró-impeachment: “vote do jeito que achar melhor”

Presidente interino, que já havia se mostrado "exaurido" antes com as exigências de alguns senadores por cargos, voltou a mostrar irritação

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Tanto o presidente interino Michel Temer quanto a presidente afastada Dilma Rousseff estão às voltas buscando senadores a favor ou contra o impeachment da petista desde o início do ano. 

Com a votação se aproximando, a pressão de alguns parlamentares para votarem a favor de um ou outro lado se intensifica cada vez mais. Temer, que já havia se mostrado “exaurido” antes com as exigências de alguns senadores por cargos, voltou a mostrar irritação, segundo aponta a Coluna do Estadão. 

A coluna informa que o ápice ocorreu na quarta-feira (18) da semana passada, quando o senador Hélio José (PMDB-DF) foi ao Palácio do Jaburu sem ser convidado e pediu para falar com Temer. O presidente interino, que recebia congressistas do PSDB num jantar, pediu licença para atender na sala ao lado a visita inesperada. Minutos depois, Temer retornou e desabafou: “Ele não para de pedir. Disse a ele que vote do jeito que achar melhor”, relatou um dos presentes. O senador é o mesmo que afirmou em áudio que nomeia “a melancia que quiser”. 

Aprenda a investir na bolsa

Já o senador disse ao jornal que foi ao encontro de Temer, mas para falar sobre a Medida Provisória 735, que altera trechos de diversas leis do setor elétrico. Ele negou ter negociado seu voto em troca de cargos.