Presidente confiante

Temer tem certeza de que não terá mandato cassado pelo TSE, diz colunista

Mesmo que a corte decida na direção de cassá-lo, a colunista Mônica Bergamo, da Folha, aponta que Temer está confiante de que o STF poderia reverter essa decisão

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – O processo que pede a cassação da chapa Dilma Rousseff-Michel Temer ameaça a sobrevivência do presidente no cargo. Contudo, segundo informa a colunista Mônica Bergamo, da Folha de S. Paulo, Temer tem segurança de que não será cassado por decisão do Tribunal.

“Ainda que a corte decida nessa direção, o que considera improvável, o presidente está confiante de que, no STF (Supremo Tribunal Federal), seu afastamento do cargo seria revertido”, afirma a colunista.

A expectativa é de que o relator do caso, ministro Herman Benjamin, apresente seu voto  ainda no primeiro semestre de 2017. Muitos analistas apontam que Benjamin deve apresentar um voto favorável à cassação da chapa. Contudo, no começo do mês, a consultoria política Control Risks destacou em relatório que a mudança de governo segue improvável. “O longo processo de decisão no TSE deve jogar a favor do governo, reduzindo as chances de uma mudança na administração atual”, afirma. 

Aprenda a investir na bolsa

Segundo a consultoria, a decisão do relator do caso que envolve a chapa Dilma-Temer no TSE, Herman Benjamin, de incluir delações premiadas da Lava Jato no processo aumenta o risco de uma decisão desfavorável a Temer. A Control Risks, no entanto, mantém opinião de que o risco de uma mudança fora do calendário no governo permanece baixo e de que Temer deve terminar seu mandato. Ela diz que, mesmo que o relator seja desfavorável a Temer, isso não necessariamente significa que o plenário seguirá sua indicação . Além disso, Temer deve substituir 2 dos 7 juízes do TSE em abril e maio porque seus mandatos expiram e a possibilidade de múltiplas apelações à decisão também tornam improvável que ela afete o mandato de Temer, disse a consultoria na época.