Política

Temer rompe com Renan, após vídeo polêmico, diz jornal

Segundo coluna da Folha de S. Paulo, o presidente afirmou a aliados que, se o senador buscava o rompimento, conseguiu

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Após vídeo polêmico de 15 segundos publicado em redes sociais, o presidente Michel Temer decidiu romper com o senador Renan Calheiros (PMDB-AL), diz a coluna Painel do jornal Folha de S. Paulo neste sábado. Segundo a publicação, o presidente afirmou a aliados na noite de quinta-feira (30) que, se o senador alagoano buscava o rompimento, conseguiu. 

O desentendimento entre os dois teve seu estopim após Renan postar um vídeo na internet, no qual ele atacava as propostas recentes do governo para a economia e para o cumprimento da meta fiscal. Essa decisão de usar as redes sociais para divulgar conteúdo explosivo rendeu até um apelido a Renan no Planalto de “Trump do agreste”.

Para a coluna da Folha, um auxiliar de Temer disse que “não existe casamento forçado” e a ordem no Planalto é seguir com a defesa das reformas, como a da Previdência, sem contar com o apoio de Renan.

Aprenda a investir na bolsa

Nos últimos dias, rumores apontavam que esse rompimento de Renan com o governo não estava acontecendo só por cargos, mas porque o senador resolveu iniciar um movimento de desembarque de aliança da base aliada para apostar as fichas em uma aliança com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Segundo a coluna, o Planalto acredita que Renan está em busca, sobretudo, de apoio em diversas alas da Casa para segurar o tranco que se aproxima com os desdobramentos da Lava Jato. 

Veja abaixo o vídeo que desencadeou o rompimento entre Temer e Renan: