MERCADOS AO VIVO EUA criam 266 mil empregos em abril, bem abaixo do esperado pelos economistas

EUA criam 266 mil empregos em abril, bem abaixo do esperado pelos economistas

Davos

Temer levará a Davos mensagem de país que oferece oportunidades a investidor

O presidente discursará no dia 24 em sessão plenária e responderá a perguntas sobre a conjuntura econômica e política do Brasil 

O porta-voz do presidente Michel Temer, Alexandre Parola, disse nesta sexta-feira, 19, no Palácio do Planalto que o presidente brasileiro vai levar a Davos, na Suíça, na próxima semana, uma mensagem de um país “que superou a crise e voltou a crescer”. “O Presidente Michel Temer levará a Davos a mensagem de que o Brasil retomou seu rumo de crescimento e prosperidade, e está cada vez mais preparado para enfrentar os desafios do século XXI. Uma mensagem de um Brasil mais moderno, competitivo e aberto, e que hoje oferece excelentes oportunidades de investimento”, disse Parola.

Na próxima quarta-feira, dia 24 de janeiro, Temer participará da 48ª reunião do Fórum Econômico Mundial em Davos, na Suíça. O presidente discursará em sessão plenária e responderá a perguntas sobre a conjuntura econômica e política do Brasil. Temer também será homenageado em jantar de trabalho oferecido pelo fórum e manterá encontros bilaterais com líderes políticos e empresariais.

Será a primeira vez desde 2014 que o Brasil estará representado pelo presidente. No ano passado, Temer era aguardado, mas cancelou a participação por conta da eleição da sucessão da Câmara e foi representado pelo ministro da Fazenda, Henrique Meirelles.

A ex-presidente da República Dilma Rousseff não foi a Davos em 2016 nem em 2015. A petista, entretanto, participou do Fórum em 2014, ano eleitoral.

O porta-voz destacou que Davos reúne anualmente lideranças políticas e empresariais para discutir os principais temas globais e ressaltou que o presidente vai exaltar os números recentes da economia. “Com inflação controlada a 2,95%, taxa básica de juros de 7% e Ibovespa registrando recorde de 81 mil pontos, o Brasil está recuperando também o emprego”, disse. “Os indicadores positivos da economia brasileira são resultado do compromisso do Governo com a agenda de reformas que vem restabelecendo o equilíbrio das contas públicas e dinamizando nosso ambiente de negócios”, completou.

O porta-voz destacou ainda que “assim como tem feito internamente, o Presidente ratificará o engajamento do governo com a reforma da previdência, que dará impulso ainda mais vigoroso à retomada do crescimento e do emprego no Brasil”, afirmou.

Além disso, segundo Parola, durante o encontro, o presidente apresentará aos investidores o programa “Avançar Parcerias” de concessões e privatizações do governo federal, com ênfase na área de infraestrutura. “Esse programa já permitiu a conclusão de mais de 70 projetos, com estimativa de investimentos da ordem de R$ 142 bilhões. Neste ano, outros 75 projetos serão ofertados, com expectativa de captação de mais de R$ 130 bilhões”, afirmou.

Parola disse ainda que a reunião será uma oportunidade de “reafirmação do compromisso do Brasil com o multilateralismo e com uma ordem internacional baseada em regras”. “Com espírito de abertura, o Brasil vem buscando maior e melhor inserção na economia mundial.”