Herança maldita

Temer lança campanha com críticas ao governo Dilma e um mote: “vamos tirar o Brasil do vermelho”

A campanha terá tom político, mas não citará nominalmente Dilma Rousseff, informa a Folha de S. Paulo

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – O governo Michel Temer lança nesta quarta-feira uma campanha publicitária com dados negativos da economia deixados pela ex-presidente Dilma Rousseff, tendo como objetivo defender a necessidade de reequilibrar as contas públicas. 

Segundo o jornal Folha de S. Paulo, a ofensiva começa com anúncios em diversos jornais com o título “Vamos tirar o Brasil do vermelho para voltar a crescer”. Depois, será a vez de rádio, TV e internet. A campanha terá tom político, mas não citará nominalmente Dilma. 

O anúncio diz que o governo federal “encontrou uma situação muito grave nas contas públicas” e destaca 14 pontos negativos deixados pela gestão anterior. Ao final da peça, o governo defende que “equilibrar as contas públicas é mais do que necessário” para “nunca mais ter pedaladas”, “para nunca mais ter R$ 170 bilhões de contas públicas no vermelho” e para “definitivamente nunca mais ter 12 milhões de desempregados”. A peça ainda aponta prejuízos “bilionários” na Petrobras e Eletrobras, enumera obras públicas inacabadas. Além disso, critica os empréstimos do BNDES para outros países e o “inchaço da máquina pública”.

Aprenda a investir na bolsa