Segundo Folha

Temer informará a Lula que PMDB desembarcará de vez do governo – e já monta time econômico

Segundo a Folha, Temer também teria ficado inconformado com declarações do senador José Serra (PSDB-SP), em que o tucano dava "conselhos" a ele num eventual futuro governo

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – De acordo com informações da colunista Mônica Bergamo, da Folha de S. Paulo, o vice-presidente Michel Temer deve se encontrar com Lula em breve e dirá que o PMDB desembarcará de vez do governo da presidente Dilma Rousseff.

Lula oscilou entre aceitar ou não o cargo de ministro-chefe da Casa Civil justamente depois de informações de que o PMDB não seguiria com o governo, mas foi convencido de que valeria a pena ao menos tentar convencer alguns líderes do contrário. O vice-presidente tenta costurar que, até o dia 29, quando haverá convenção do partido que deve oficializar a saída, o rompimento seja unânime ou ao menos amplamente majoritário. 

Segundo a colunista, Temer também teria ficado inconformado com declarações do senador José Serra (PSDB-SP), em que o tucano dava “conselhos” a Temer sobre como o eventual futuro governo deveria se organizar e disse ao tucano que ninguém fala por ele.

Aprenda a investir na bolsa

Em outra reportagem, a Folha destaca o time de conselheiros que o vice possui para elaborar seu plano econômico caso venha virar presidente. O grupo de economistas reúne nomes como o ex-ministro da Fazenda Delfim Netto, o ex-secretário de Política Econômica no primeiro mandato de Lula Marcos Lisboa e o ex-ministro da Previdência de Fernando Henrique Cardoso Roberto Brant, diz o jornal. Alguns nomes, como Lisboa, afirmou que “conversa e dá sugestões a todos os partidos” e nega rumores de que ocuparia um ministério em um eventual governo Temer.

Especiais InfoMoney:

As novidades na Carteira InfoMoney para março

André Moraes diz o que gostaria de ter aprendido logo que começou na Bolsa