Mudanças

Temer escolhe Raquel Dodge para substituir Rodrigo Janot na PGR

Ela é a primeira mulher a ser nomeada para o comando da PGR

arrow_forwardMais sobre
Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Em decisão tomada na noite desta quarta-feira (28), o presidente Michel Temer escolheu a procuradora Raquel Dodge para substituir Rodrigo Janot no comando da Procuradoria-Geral da República.

O nome de Raquel Dodge foi anunciado pelo porta-voz da Presidência da República, Alexandre Parola, em pronunciamento que durou poucos segundos. Raquel é a primeira mulher a ser nomeada para o comando da PGR.

“O presidente da República escolheu na noite de hoje a subprocuradora-geral da República, dra. Raquel Elias Dodge para o cargo de procuradora-geral da República. A dra. Raquel Dodge é a primeira mulher a ser nomeada para a Procuradoria Geral da República”, afirmou Parola no pronunciamento.

Aprenda a investir na bolsa

Com 587 votos, ela ficou em segundo lugar na votação ocorrida na última terça-feira (27) que formou a lista tríplice da ANPR (Associação Nacional dos Procuradores da república), que era composta ainda por Nicolao Dino (621 votos) e Mario Bonsaglia (564 votos).

Raquel não é alinhada com Rodrigo Janot e sua escolha vai em linha com os boatos, que apontavam até a possibilidade de Temer decidir por alguém fora da lista tríplice. A ideia do presidente era tentar aliviar um pouco o cenário, já que ele é investigado pela procuradoria.

A procuradora está no Ministério Público Federal desde 1987 e atualmente atua junto ao STJ (Superior Tribunal de Justiça) em processos da área criminal. Além disso, ela possui ainda experiência em assuntos ligados à defesa do Consumidor.

Raquel faz parte do Conselho Nacional do Ministério Público e atuou na operação Caixa de Pandora e na equipe que investigou o chamado Esquadrão da Morte.