Temer é convidado oficialmente por Dilma para posto de vice-presidente

Embora Temer tenha manifestado apreço pelo convite, candidatura só será oficializada em 12 de junho

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – Foi oficializado na noite da última terça-feira (4) o convite da pré-candidata petista à presidência, Dilma Roussef, ao presidente da Câmara dos Deputados, Michel Temer (PMDB- SP), para ocupar o posto da vice-presidência em sua chapa.

Michel Temer fez uma declaração oficial sobre o convite após um jantar privado. No entanto, anúncio formal provavelmente ocorrerá somente em 12 de junho. O presidente da Câmara dos Deputados declarou que ainda depende de uma decisão oficial de seu partido, mas desde já cultiva um apreço pela idéia da candidatura.

A oficialização do nome de Temer como vice deveria acontecer neste dia 15 de maio, porém, seu partido decidiu adiar a decisão para 12 de junho, uma vez que as sugestões para o projeto de governo de Dilma ainda não estão concluídas pelo PMDB.

PUBLICIDADE

Pendências
Até lá, o partido espera ter resolvido as pendências de suas coligações em Minas Gerais, no Pará e na Bahia, por exemplo. Segundo Temer, o objetivo é chegar à convenção do PMDB com “muita tranquilidade em relação à essa aliança (presidencial)”.

Este foi o maior avanço até agora para aliar petistas e partidários do PMDB. Caso a aliança seja confirmada, Dilma poderá dispor de maior tempo de propaganda eleitoral na televisão.

Já o PSC (Partido Social Cristão), que compõe a base aliada petista, aderiu à campanha de José Serra, pré-candidato do PSDB. Isso dará a ele cerca de 50 segundos a mais de programa.