Encontro nesta terça

Temer e Aécio se encontram hoje: usinas da Cemig e ministérios do PSDB estarão na pauta

Segundo o Estadão, Aécio pedirá ao presidente que encontre uma saída para evitar que a Cemig perca a concessão de quatro usinas hidrelétricas; já G1 informa que Temer chamou o senador em meio à pressão do centrão por cargos do PSDB

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – De acordo com informações do jornal O Estado de S. Paulo, o senador Aécio Neves (PSDB-MG) vai pedir ao presidente Michel Temer que encontre uma saída para evitar que a Cemig (CMIG4, R$ 8,28, +0,79%) perca a concessão de quatro usinas hidrelétricas:  São Simão, Jaguara, Miranda e Volta Grande. O parlamentar tem encontro marcado com o presidente nesta terça-feira (15) no Palácio do Planalto, para discutir o assunto. 

A intenção do governo é leiloar as usinas no mês que vem e, com isso, arrecadar cerca de R$ 11 bilhões.  As quatro usinas que vão a leilão – São Simão (R$ 6,74 bilhões), Jaguara (R$ 1,9 bilhão), Miranda (R$ 1,1 bilhão) e Volta Grande (R$ 1,29 bilhão) – envolvem contratos de concessão que venceram entre agosto de 2013 e fevereiro de 2017. A concessionária mineira não aceitou prorrogar os contratos nas condições definidas pela lei e decidiu entrar na Justiça para tentar renovar suas concessões com base em regras anteriores à lei de 2013, que estabelece os parâmetros de renovação.

A Cemig chegou a obter, por mandado de segurança apresentado ao Superior Tribunal de Justiça, em agosto de 2013, liminar favorável à manutenção da concessão da Hidrelétrica de Jaguara, mas teve o pedido negado na apreciação do mérito. 

Aprenda a investir na bolsa

Vale destacar ainda que o STF marcou para o dia 22 o julgamento de um pedido da Cemig para suspender o leilão da planta hidrelétrica de Jaguara, em uma decisão que pode ser estendida a outras usinas, como de Miranda e São Simão. Conforme destaca o Bradesco BBI, o mercado atribui uma probabilidade próxima a zero para a Cemig ganhar o caso e recuperar as hidrelétricas. 

“Ressaltamos que a disputa ainda não chegou ao fim, e é justo dizer que a Cemig tem uma chance (mesmo que pequena) de ganhar novamente suas hidrelétricas. No entanto, o governo federal deve utilizar todas as suas cartas contra a Cemig, já que o bônus de um leilão eventual pode ser a chave para ajudar o resultado fiscal de 2017”, apontam os analistas. Caso a decisão seja favorável à mineira, o preço-alvo atual para os ativos, de R$ 11,00, poderia sofrer um incremento de R$ 7,00. A recomendação dos analistas para os ativos é de compra. 

Já segundo informa a coluna de Andréia Sadi no G1, Temer chamou Aécio para uma conversa no Planalto em meio à pressão do “centrão” pelos ministérios do PSDB. Na última quinta-feira, o presidente já havia conversado com Aécio, que é presidente licenciado do PSDB, após ter ido a São Paulo afagar os tucanos paulistas João Doria e Geraldo Alckmin. Na sexta-feira, foi a vez de Temer se encontrar com Tasso Jereissati, presidente interino do PSDB. Segundo a colunista, o presidente tem sido pressionado pelos partidos do “centrão” a trocar o ministro da articulação política, Antonio Imbassahy(PSDB), pelo líder do governo no Congresso, o deputado André Moura (PSC-SE).