Eleições

Temer diz: se Marina vencer as eleições, o PMDB será oposição – num 1º momento

Ele criticou a ideia de governar com as pessoas e não com os partidos, como Marina ressalta, chamou o PMDB de partido da governabilidade e ainda afirmou que é difícil governar o Brasil sem o apoio do partido

arrow_forwardMais sobre
Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – O vice presidente da República, Michel Temer, participou da série Entrevistas Estadão e disse que, caso Marina Silva (PSB) ganhe as eleições o seu partido, o PMDB, será oposição “num primeiro momento”. Ele é candidato à reeleição como vice na chapa Dilma Rousseff.

Ele criticou a ideia de governar com as pessoas e não com os partidos, como Marina ressalta, chamou o PMDB de partido da governabilidade e ainda afirmou que é difícil governar o Brasil sem o apoio do PMDB.

Questionado sobre o cenário para 2018, com o PMDB indicando o lançamento de uma candidatura própria enquanto o PT cogita a volta de Lula, Temer sinaliza: “Será inevitavelmente em 2018, nós teremos um candidato”.

Aprenda a investir na bolsa

Ao comentar a necessidade de mudanças no governo em um eventual segundo mandato de Dilma, defendeu ainda uma revisão do pacto federativo e disse que a política de desonerações do governo afeta a arrecadação de estados e municipios.