Articulação

Temer diz que impeachment da presidente Dilma é impensável

Vice-presidente negou que saída da articulação política seja caminho para facilitar o impedimento da presidente

SÃO PAULO – Antes de participar de reunião com líderes da base aliada da Câmara dos Deputados, o vice-presidente Michel Temer (PMDB-SP) disse a repórteres que o impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT) é impensável. “Eu sempre tenho dito e repetido ao longo do tempo que qualquer hipótese de impeachment é impensável”, disse o vice-presidente Michel Temer, segundo informações da Bloomberg.

Temer ainda comentou as notícias recentes de que já avisou Dilma de que irá deixar a articulação política. “Tendo responsabilidade com o País, não posso deixar a articulação política de uma vez”. Ele qualificou como “absolutamente falso” o rumor de que a sua saída da articulação seria caminho para um impeachment.

“Devo exercer outra espécie de atividade, ainda na articulação”, explicou, dizendo que o País passou pela primeira fase do ajuste fiscal e que está agora em uma segunda fase da articulação. “Vamos continuar trabalhando pela coordenação política, continuo nessa articulação de outra maneira”

PUBLICIDADE

Por fim, o vice-presidente disse que no PMDB há alguns que querem que ele deixe a articulação, outros não.