RADAR INFOMONEY Por que o mercado "gostou" do aumento na conta de luz? Assista ao programa desta terça

Por que o mercado "gostou" do aumento na conta de luz? Assista ao programa desta terça

Temer descarta votação do pré-sal antes do Carnaval e faz acordo com oposição

Agenda prevê votação do marco regulatório até o dia 10 de março; na semana do Carnaval, só haverá sessões de debates

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – O líder do governo na Câmara, Cândido Vaccarezza, informou à Agência Câmara que o presidente da Casa, Michel Temer, costurou acordo com a oposição para votar os projetos restantes do marco regulatório do pré-sal até o dia 10 de março.

De acorco com a agenda estipulada, os dias 23 e 24 de fevereiro seriam destinados à aprovação do projeto que cria o fundo social com recursos da região; já nos dias 3 e 4 de março, a Câmara discutiria a capitalização da Petrobras pela União. Por último, no dia 10, os deputados votariam a chamada emenda Ibsen Pinheiro, que redefine a distribuição dos royalties do pré-sal. Este tem sido o principal entrave para prosseguimento das votações.

Michel Temer ainda avisou que na semana do Carnaval não haverá votação, apenas sessão de debates. “Não há condição de trazê-los todos até aqui na quinta-feira para uma sessão deliberativa”, explicou.

Aprenda a investir na bolsa