Eleições 2018

Temer chama Alckmin de falso e pede que candidato “conte a verdade”; veja vídeos

Temer apresenta uma sequência de ministros de seu governo que são de partidos que apoiam a candidatura do tucano, que vem criticando o presidente no seu programa eleitoral

SÃO PAULO – O presidente Michel Temer publicou dois vídeos em seu perfil no Twitter na noite de quinta-feira (5) em que faz fortes críticas ao candidato Geraldo Alckmin (PSDB). No primeiro vídeo, Temer acusa o ex-governador de São Paulo de falso.

“Geraldo Alckmin, candidato a presidente da República, me dirijo a você pelas falsidades que você tem colocado no seu programa eleitoral, e eu não posso silenciar em homenagem ao povo brasileiro”, diz Temer

A partir disso, Temer apresenta uma sequência de ministros de seu governo que são de partidos que apoiam a candidatura do tucano, como as pastas da Saúde, Indústria e Trabalho, temas que vem sendo alvo de críticas de Alckmin. “Se você vier a ganhar a eleição, essa base será a sua base governamental”, disse. O MDB, partido de Temer, lançou o ex-ministro da Fazenda Henrique Meirelles como candidato à Presidência.

PUBLICIDADE

Ao fim do primeiro vídeo, Temer insinua que Alckmin estaria se deixando levar por estratégias de sua equipe de marketing para a candidatura. “Eu me lembro, Geraldo, quando você candidato a governador, candidato a presidente, nas vezes que eu te apoiei precisamente para esses cargos, acho que você era diferente. Não atenda o que dizem os seus marqueteiros, atenda apenas à verdade, e a verdade significa que nós fizemos muito por essas áreas conduzidas por aqueles que hoje apoiam a sua candidatura”, finaliza.

Confira o primeiro vídeo:

 

No segundo vídeo, Temer conta “como o PSDB ajudou” e foi base de seu governo. Ele cita que José Serra “fez um belíssimo trabalho” no Ministério de Relações Exteriores, e a nomeação de Bruno Araújo para o Ministério das Cidades, entre outros nomes do PSDB que fizeram ou ainda fazem parte de sua gestão. 

“Seja realista, conte exatamente a verdade”, finaliza Temer, falando mais uma vez sobre a influência dos “marqueteiros” na campanha de Alckmin.

Confira o segundo vídeo:

Quer proteger seus investimentos das incertezas das eleições? Clique aqui e abra sua conta na XP Investimentos