Planalto se divide

Temer ainda não sabe se comemora ou se preocupa com condenação de Lula por Moro

De acordo com o Estadão, Palácio do Planalto está dividido; se por um lado, a notícia tira o foto da crise política que Temer sofre, por outro mostra uma mudança de paradigma

arrow_forwardMais sobre
Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – A notícia da condenação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva dividiu o Palácio do Planalto e ainda está sendo avaliada por interlocutores do presidente Michel Temer, segundo informa o jornal O Estado de S. Paulo.

O argumento dos que veem a notícia positivamente é de que a forte crise política que enfrenta Temer deve perder espaço, já que Lula deve entrar no foco. Além disso, está a ideia de que a oposição agora vai ter que focar em fazer a defesa do petista e perderá fôlego para as criticas contra o peemedebista.

Por outro lado, os cautelosos apontam que a decisão sinaliza uma mudança de paradigmas no País e que políticos estão cada vez mais sujeitos a decisões judiciais. Segundo essa fonte ouvida pela publicação, é inegável que uma decisão de condenar o ex-presidente abre precedente para que outros políticos (como o próprio Temer e seus ministros que são investigados) também sejam condenados. Além disso, há a narrativa de que é preciso ter cautela ao se posicionar a favor ou contra da decisão já que a classe política está em guerra com o Judiciário.

Aprenda a investir na bolsa