Ouça áudio

Tecendo elogios, Joesley disse a Loures que Meirelles não é candidato: “tá bem de vida”

Em conversa com Rodrigo Rocha Loures, o empresário da J&F ainda teceu elogios ao ministro 

SÃO PAULO – Volta e meia, o nome do ministro da Fazenda Henrique Meirelles entra no radar dos mercados como um potencial candidato para as eleições de 2018. Porém, se o empresário Joesley Batista estiver certo, Meirelles não tem pretensões políticas.  Vale ressaltar que o hoje titular da Fazenda ocupou cargos de destaque na J&F, de Joesley, entre os anos de 2012 e 2016.

Em um dos diálogos mantidos com Joesley e destacados pela revista Época hoje, o ex-assessor especial da Presidência Rodrigo Rocha Loures perguntou ao empresário se Meirelles quer ser candidato.

PUBLICIDADE

Joesley disse que não e ainda teceu elogios ao ministro, destacando que ele é disciplinado e sério.  “O Henrique quer aquilo lá que ele tá fazendo. Exatamente o sonho dele é aquilo lá, ministro da Fazenda. Andar pra cima e pra baixo, dar palestras, falar com os órgãos internacionais, não sei o quê….”, apontou. “Tá bem de vida, financeiramente resolvido.”

Joesley ainda afirmou que Meirelles é um sujeito bem resolvido e maleável. “Ele tem um bom mix, é um cara duro, mas é maleável.  Se você precisar de um… isso aí da Previdência. Se precisar que ele chute, ele chuta, que segure, ele segura. Ele não é cabeça dura não, é companheiro”.

Joesley diz que considera o titular da Fazenda um cara  sério e que falou sobre ele com o presidente Michel Temer. “… eu fui falar com o Michel. Ô Michel, é o seguinte: o Henrique tá lá, se eu falar alguma coisa com o Henrique, se ele não… se ele achar que sou eu que tô querendo, ele não faz. Ele tem que saber que você quer.”

A transcrição da conversa foi anexada ao inquérito que tramita no STF (Supremo Tribunal Federal) que investiga o presidente Michel Temer por corrupção passiva. Ela foi gravada por Joesley para ajudá-lo na negociação de um acordo de delação premiada com o procurador-geral da República, Rodrigo Janot.