Taxa de fertilidade no Japão cresce pela primeira vez em seis anos

Ministério atribuiu o resultado ao aumento de casamentos e nascimentos e à melhora da situação econômica japonesa

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – A taxa de fertilidade no Japão cresceu pela primeira vez em seis anos. A média chegou a 1,32 filho por mulher, um aumento de 0,06 ponto em relação a 2005, segundo relatório divulgado pelo Ministério da Saúde japonês nesta quarta-feira (06).

Segundo as autoridades japonesas, a média ficou acima de 1,3 pela primeira vez nos últimos quatro anos. Especialistas declararam que, em 2005, a taxa de fertilidade tinha caído excessivamente, até 1,26, a menor já registrada.

Causas

Além disso, foi registrado um total de 1,092 milhão de crianças nascidas no Japão, com o acréscimento de 30.132 nascimentos em relação a 2005.

Aprenda a investir na bolsa

O ministério atribuiu o resultado na taxa de fertilidade ao aumento de casamentos e nascimentos e à melhora da situação econômica japonesa. Porém, o Ministério da Saúde alertou que continua uma tendência a longo prazo de redução do número de crianças.

Ainda segundo o relatório, o número de casamentos cresceu pela primeira vez em cinco anos: foram 16.708 uniões a mais celebradas no ano passado. Com isso, houve 730.973 matrimônios em 2006.