Taxa de desemprego no Japão sobe para 4,2% e é a maior em dois anos

Em agosto, 2,72 milhões de japoneses estavam desempregados, 230 mil a mais do que no mesmo mês de 2007

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – O desemprego no Japão aumentou em agosto, com a taxa chegando a 4,2%, a maior desde junho de 2006, quando chegou a 4,3%. Em relação a julho, o aumento foi de 2 pontos percentuais.

O número de desempregados totalizou 2,72 milhões, 230 mil a mais do que no oitavo mês do ano passado. Anteriormente, analistas esperavam que a taxa de desemprego ficaria em 4,1% em agosto.

Ofertas de trabalho

A proporção entre o número de pessoas em busca de trabalho e o número de ofertas de emprego, por sua vez, apresentou uma queda, de 0,89 em julho para 0,86 no oitavo mês do ano.

Aprenda a investir na bolsa

Isso significa que, para cada 100 pessoas em busca de trabalho, havia apenas 86 ofertas. Segundo o governo do país asiático, o número de ofertas teve uma queda de 1,7% entre julho e agosto.