Política

Tasso desiste e Geraldo Alckmin decide ser candidato à presidência do PSDB

A decisão deve ser oficializada em jantar do partido que será realizado hoje no Palácio dos Bandeirantes

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – Apesar de ainda não ser oficial, diversos veículos de imprensa afirmam que o senador Tasso Jereissati (CE) desistiu nesta segunda-feira (27) de disputar a presidência nacional do PSDB, passando a apoiar agora o governador Geraldo Alckmin. A decisão deve ser oficializada em jantar do partido que será realizado hoje no Palácio dos Bandeirantes, em São Paulo.

Segundo o jornal Folha de S. Paulo, Alckmin decidiu que será candidato para presidir a sigla. Antes de anunciar que disputará o cargo, o tucano espera uma conversa conjunta com os Tasso e o governador de Goiás Marconi Perillo, nomes que também disputam o cargo.

A expectativa é de que, após o jantar de hoje, seja anunciada uma chapa única para a executiva do PSDB, afirma o Estadão. Perillo está na capital paulista e pode participar da reunião, sendo que ele já havia indicado que aceitaria abrir mão da candidatura em nome de Alckmin.

PUBLICIDADE

A Folha complementa que Alckmin quer uma conversa conjunta com os dois para “aparar arestas”. A candidatura do governador é vista como a única saída para unificação do partido, que passa por um forte racha de suas lideranças em relação ao apoio ao presidente Michel Temer.