Política

STF decide que só julgará pedido de Temer após conclusão da perícia do gravador

Na decisão, a presidente do STF, ministra Cármen Lúcia, informa que, após conclusão da perícia, o Ministério Público Federal e a defesa de Temer terão 24 horas para se manifestar

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – A presidente do STF (Supremo Tribunal Federal), ministra Cármen Lúcia, decidiu que o julgamento do recurso do presidente Michel Temer que pede pela suspensão do inquérito aberto contra ele só levado a plenário após a conclusão de perícia do gravador com a conversa entre o presidente e o empresário Joesley Batista, dono da JBS. 

Na decisão, Cármen Lúcia informa que, após conclusão da perícia, o Ministério Público Federal e a defesa de Temer terão 24 horas para se manifestar. A previsão inicial era de que o caso fosse apreciado na próxima quarta-feira. 

A gravação feita por Joesley Batista foi enviada ao INC (Instituto Nacional de Criminalística).