Lava Jato

STF autoriza que Ferrari, Lamborghini e outros carros de luxo voltem à casa de Collor

Segundo a defesa, carros não são bens essenciais à elucidação dos fatos e dependem de maiores cuidados de manutenção

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Apreendidos no âmbito da Operação Lava Jato, os carros de luxo do senador Fernando Collor de Mello (PTB-AL) poderão voltar ao seu dono. Segundo informações do Valor Econômico, o ministro do STF (Supremo Tribunal Federal), Teori Zavascki, autorizou Collor a guardar seus automóveis atendendo aos argumentos da defesa, que afirmou entre outras coisas, que por serem veículos de luxo, esses carros exigem maiores cuidados de manutenção e conservação.  

Entre os carros que voltarão para a casa de Collor estão uma Lamborghini Aventador Roadster, ano 2013, uma Ferrari 458, ano 2010, uma Land Rover Range Rover, ano 2013/14, e um Bentley Continental Flying Spur, ano 2012. O único que não foi liberado ainda é o Porsche Panamera S, ano 2011, já que a empresa dona do carro ainda não enviou solicitação ao STF. 

Os advogados ainda argumentaram que “não se tratando de bens essenciais à elucidação dos fatos investigados, nem constituindo, em si mesmos, bens ilícitos, não haveria óbice à nomeação do requerente como fiel depositário, com os deveres e ônus correspondentes”.

Aprenda a investir na bolsa

O STF ainda investiga se os carros não foram comprados com recursos obtidos com a lavagem de dinheiro cujo objetivo era esconder o desvio de recursos da Petrobras (PETR3; PETR4).  

Como garimpar boas ações? Deixe seu email e descubra uma forma tão simples que até um menino de 10 anos consegue usar!