S&P corta rating soberano da Venezuela para “B+”, com perspectiva estável

Corte reflete revisão na metodologia de definição das notas, bem como o elevado risco político do país

SÃO PAULO – A agência de classificação de risco Standard & Poor’s rebaixou nesta sexta-feira (19) o rating de crédito de longo prazo da Vanezuela de “BB-” para “B+”, mantendo perspectiva estável. De acordo com a instituição, o corte reflete uma revisão na metodologia de definição das notas, bem como o elevado risco político do país, aliado ao seu cenário de crédito deteriorado.

“A perspectiva estável reflete o impacto negativo da política intervencionista do governo nos investimentos e nas prospecções de crescimento contra as posições fiscal e externa ainda modestas do país”, revelou a agência de classificação de risco em nota.

A S&P destacou que as vastas reservas de petróleo e gás da Venezuela, que são fatores-chave na performance fiscal e externa do país, são ofuscadas pelas incertezas políticas. “Além disso, os recentes desenvolvimentos acerca da saúde física do presidente Hugo Chavez podem acrescentar ainda mais incertezas políticas na Venezuela”, avaliou a agência.

PUBLICIDADE

Três principais agências
Confira na tabela abaixo como são as notas de longo prazo dentro da metodologia das três principais agências de classificação de risco:

S&PMoody´sFitchGrau
AAA
AA+
AA
AA-
A+
A
A-
BBB+
BBB
BBB-
Aaa
Aa1
Aa2
Aa3
A1
A2
A3
Baa1
Baa2
Baa3
AAA
AA+
AA
AA-
A+
A
A-
BBB+
BBB
BBB-
Investimento
BB+
BB
BB-
B+
B
B-
CCC
CC
C
D
Ba1
Ba2
Ba3
B1
B2
B3
Caa
Ca
C
Wr
BB+
BB
BB-
B+
B
B-
CCC
CC
C
D
Especulativo