SP: 67% estão insatisfeitos com políticas para compra da casa própria

De modo geral, numa escala que varia de um a dez, a satisfação dos paulistanos com habitação na cidade é de 4,7 pontos

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Mais de 60% dos paulistanos (67%) estão insatisfeitos com as políticas que permitem a aquisição da casa própria, segundo revela pesquisa encomendada pelo Movimento Nossa São Paulo ao Ibope e divulgada nesta terça-feira (19).

O número é 41 pontos percentuais maior ao apurado entre aqueles que estão satisfeitos com tais políticas (26%) e 61 p.p. superior ao dos que estão totalmente satisfeitos  (6%).

O Ibope ouviu 1.512 pessoas entre os dias 2 e 16 de dezembro do ano passado para avaliar a percepção dos paulistanos no que diz respeito à qualidade dos serviços públicos, o grau de confiança nas instituições, a percepção da população sobre a segurança na cidade, os principais medos dos moradores, entre outros aspectos.

Aprenda a investir na bolsa

Habitação
De modo geral, numa escala que varia entre um e dez, a satisfação dos paulistanos com a habitação na cidade de São Paulo é de 4,7 pontos, média que cai para 4,5 quando se tratam das políticas que permitem a compra da casa própria.

No mesmo sentido, a oferta de planos habitacionais para todas as faixas de renda desagrada 71% dos moradores da capital paulista, ficando com média geral de 4,2 pontos.

Políticas de reurbanização das favelas e soluções criadas para moradias em área de risco também ultrapassam o percentual de 70% de insatisfeitos, com 74% e 78%, nesta ordem, sendo que nestes casos as notas obtidas foram 4, para o primeiro item, e 3,6, para o segundo.

Outros itens
Outros itens como a qualidade da própria moradia, oferta e qualidade de esgotamento sanitário e quantidade de estações de metrô no bairro em que moram atingiram médias de 6,2 pontos, 5,9 pontos e 4,6 pontos, respectivamente.