AO VIVO Radar InfoMoney: Ambev cai com Morgan rebaixando recomendação com aumento de competição e saída do Brasileirão

Radar InfoMoney: Ambev cai com Morgan rebaixando recomendação com aumento de competição e saída do Brasileirão

Eleições

“Sou candidato à presidência para encerrar um ciclo de governo que fracassou”, diz Aécio

Candidato tucano foi o primeiro a falar em encontro realizado pelo SBT e aproveitou para criticar o atual governo tanto no campo econômico quanto no social

arrow_forwardMais sobre
Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Iniciado o debate entre os dois candidatos à presidência. Aécio Neves (PSDB) deu início ao encontro realizado pelo SBT já afirmando que “em primeiro lugar que sou candidato à presidência da República para encerrar um ciclo de governo que fracassou”. Em sua fala inicial, o tucano não perdeu a chance de criticar o atual governo, tanto na economia quanto nos temas sociais.

Veja abaixo a fala completa de Aécio ao responder a pergunta “Por que o senhor quer ser presidente?”

“Boa tarde a você, Nascimento, agradeço ao SBT por essa oportunidade, cumprimento a candidata, e me dirijo aos telespectadores para dizer em primeiro lugar que sou candidato à presidência da República para encerrar um ciclo de governo que fracassou. Fracassou na condução da economia, que vai nos deixar como legado a inflação saindo de controle, o crescimento baixo, e uma perda crescente da credibilidade do país, que impacta fortemente nos investimentos, e, claro, na geração de empregos.

Aprenda a investir na bolsa

Sou candidato a presidência da República porque o governo fracassou na gestão do Estado nacional. O Brasil se transformou num grande cemitério de obras inacabadas com sobrepreços e com denúncias a todo momento de irregularidades na sua condução.

Eu quero ser candidato a presidência da República porque os indicadores sociais pioraram ao longo desses últimos anos. A Saúde piorou, a Educação piorou e a criminalidade aumentou.

Eu quero ser candidato, eu sou candidato e quero ser Presidente da República porque construí ao longo dos últimos anos um projeto para o Brasil, o projeto que não é de um partido político, um projeto generoso, de união, de integração nacional.

Um projeto que vai combater a inflação com extrema firmeza e determinação. Que vai resgatar confiança para que os investimentos voltem a gerar emprego para o Brasil. Que vai cuidar da educação do seu filho. Eu quero ser presidente para conduzir pessoalmente uma política nacional de Segurança Pública. O ciclo de governo que aí está não tem mais condições de governar o Brasil”.